Aparece por aqui sempre que puder!

Espelho, Espelho Meu!!

” ..“ Se você é loiro o espelho nunca mostrará que você tem cabelos negros!”"”…

Acorda Super-man!

Nos heróis a ferida não dói, e na tristeza eles podem voar...

A Fórmula do Amor

Depois de muitas investigações e inúmeros cálculos, conseguimos encontrar a fórmula do amor...

Se a minha igreja fosse um time de futebol...

Se a minha igreja fosse um time de futebol, falaria dela a semana inteira, contando do lance inacreditável ou da alma salva no último minuto....

Santidade em todo tempo

Sacou a ideia?! É muito facil ser cristão num acampamento... É MUITO FÁCIL MANTER AS VESTES LIMPAS NUM LUGAR LIMPO!!! “BUSCAR A SANTIDADE É MINHA PRIORIDADE... PRA SEMPRE!”

Usando o Facebook - Salomão nas Redes Sociais

Se Salomão fosse vivo hoje e perguntássemos a ele como devemos nos relacionar com os outros neste mundo digital, se perguntássemos a ele como podemos honrar a Deus usando as redes sociais disponíveis a nós hoje, aqui está como ele provavelmente responderia:

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Amigo, para que vieste?




Entre os doze, havia um discípulo traidor: JUDAS. Embora aparentasse lealdade a Jesus, buscava apenas a conveniência de seu coração egoísta. Ao que parece, foi ele que pediu para ser aceito no grupo. Jesus, em vez de rejeitá-lo, limitou-Se a dizer-lhe: "As raposas têm seus covis, e as aves do céu, ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça" (Mateus 8:19,20). Com isso, o Mestre insinuou com delicadeza a JUDAS que este não conseguiria vantagens econômicas em segui-Lo, pois Sua obra era de caráter espiritual, não material. 

JUDAS foi aceito. Seu Mestre o tratou muito bem e o tolerou sem nenhuma reprovação. Na última cena do grupo, quando Jesus lavou os pés de todos os discípulos, também lavou os de JUDAS. Contudo, nem sequer com este gesto enternecedor Judas se sensibilizou. Continuou adiante com seu plano traidor, e naquela mesma noite deu em Jesus o beijo abominável da entrega. Como única reação, o Mestre lhe disse: "Amigo, para que vieste?" (Mateus 26:50).


JUDAS era fingido, mas sua hipocrisia e dissimulação não durariam muito tempo. Ele, que amava tanto o dinheiro, tentou realizar seu melhor "negócio" vendendo Jesus por trinta miseráveis moedas de prata, o preço de um escravo daquela época! Mas seu "negócio" voltou-se contra ele, tanto que acabou tirando a própria vida. De nada lhe serviu a traição, nem esse vil dinheiro, que tardiamente devolveu.

 Quantas oportunidades teve JUDAS de abandonar seu terrível plano! Mas a cobiça foi sua perdição. Pareceu se esquecer de todos os ensinamentos de Jesus que condenavam o espírito materialista dos homens (Lucas 9:25, 12:15-21; Mateus6:19-21). Não ouviu os chamados à sua consciência provenientes de Deus. naõ lhe importaram os muitos olhares e palavras dirigidas a seu coração pelo próprio Mestre para desviá-lo de sua infame traição.

JUDAS, como você pôde abrigar no coração semelhante traição?? Assim pagou ao Senhor toda a bondade que Ele lhe demonstrou? Você tanto calou a voz de sua consciência que não soube parar a tempo? Ou imaginava que Jesus Se livraria da cruz e que você tranquilamente ficaria com o dinheiro? Quanto você se esquivou, JUDAS!" Ao vender o Filho de Deus, não podia ter cometido um erro maior! E quanto isso lhe custou!

Entretanto, se abominável foi a ação do traidor, nobre e admirável foi a atitude de Jesus. É comovente saber que o Mestre teve tanta consideração com JUDAS. Até chamou de "amigo" no instante da traição. Não é esse amor digno de louvou e Sua mansidão digna de imitação??

Quantas oportunidade nos dá o Senhor para corrigirmos nossos erros e abandonarmos nossas maldades! Ele deseja nos ajudar para tal fim. Trabalha em nosso coração e nos impulsiona a viver com integridade e transparência. 

Toda vez que você quiser desfrutar uma vida melhor, sem que a maldade o domine, lembre-se de que o Mestre não mudou. Você pode achegar a Ele com fé e ter a mesma bênção que os discípulos do passado. Ele nos ama. E nós também O amamos?

Fonte: Livro: "Ainda existe esperança" (Enrique Chaij)

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Você ama seus inimigos?





"Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’.
Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem,
para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos.Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa receberão? Até os publicanos fazem isso!
E se vocês saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso!
Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês". 
Mateus 5:43-48

Você ama seus inimigos? Uma pergunta bem forte.

As palavras de Jesus para o povo ali durante o sermão da Montanha foram bem claras, mais uma vez, quebrando com todo o sistema da sociedade da época, Ele diz: 

"Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’. mas eu lhes digo:Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem,
para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus.

No Antigo Testamento, Deus proibiu que o seu povo cometesse assassinato. Ele lhes mandou: “Não matarás”. 

E que lei boa, não é verdade? Além disso, a fim de prevenir o assassinato, a lei prescreveu um castigo severo para os que cometiam este pecado: as pessoas que o cometessem também eram castigadas com a morte.

Jesus sabia de tudo isto. Mas ele não se contentou em restringir as ações, porém, ele tocou no motivo dessas ações: o ódio. Ele disse: “Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos.”

Jesus diz: “Ame seus inimigos” , ele não disse: “Evite o Seu inimigo” ou “Não brigue com seu inimigo” ele disse que devemos amar nossos inimigos.

O que acontece com muitas pessoas que não se dão bem uma com a outra é, afastar, evitar cumprimentar para não gerar brigas e com isso acham que está tudo bem.

O problema é que Jesus disse que devemos amar ao próximo e isso inclui aqueles que não vão com a nossa cara, e nós não evitamos quem amamos.

Então como resolver? Simples. Jesus também ensina sobre o perdão. Se alguém tiver alguma coisa contra a seu irmão, primeiro deve reconciliar e depois ofertar no altar.

Além disso, Jesus disse: “Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra” (Mateus 5:38–39).

Não me diga! Sim, aqui Jesus nos ensina algo totalmente contrário a nossa natureza. 

Nossa natureza diz: Se alguém te dá um soco, dê um mais forte!!! Há em nossa carne um sentimento de Vingança, e de que nós temos o direito de poder bater em quem nos bateu primeiro.

Mas aí Jesus vem e diz que devemos oferecer a outra face? Que LoKo!!


Isso significa Amor no lugar do Ódio, Perdão no lugar da vingança.

O Senhor nos ensina não somente a renunciar ao nosso direito de defender-nos, mas ele nos ensina a responder com uma ação positiva a pessoa que nos golpeia: devemos oferecer-lhe outro lugar onde golpear!

Não resta dúvida alguma: tal ação exige um amor sobrenatural. Amor além do amor dos publicanos e dos pagãos: "Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa receberão? Até os publicanos fazem isso! E se vocês saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso!" 

E ele termina dizendo "Sedes perfeitos como o é o Pai de vocês", ou seja, fazendo tudo isso que Ele estava dizendo, estaremos no caminho certo em busca da perfeição e da santidade.



Mas e a pergunta do Título desse post? O que você responderia?
Você ama seus inimigos?

Reflita!! 

A PAZ esteja com você!!!

@jesusfulltime

Twitter Facebook Favorites More