Aparece por aqui sempre que puder!

Espelho, Espelho Meu!!

” ..“ Se você é loiro o espelho nunca mostrará que você tem cabelos negros!”"”…

Acorda Super-man!

Nos heróis a ferida não dói, e na tristeza eles podem voar...

A Fórmula do Amor

Depois de muitas investigações e inúmeros cálculos, conseguimos encontrar a fórmula do amor...

Se a minha igreja fosse um time de futebol...

Se a minha igreja fosse um time de futebol, falaria dela a semana inteira, contando do lance inacreditável ou da alma salva no último minuto....

Santidade em todo tempo

Sacou a ideia?! É muito facil ser cristão num acampamento... É MUITO FÁCIL MANTER AS VESTES LIMPAS NUM LUGAR LIMPO!!! “BUSCAR A SANTIDADE É MINHA PRIORIDADE... PRA SEMPRE!”

Usando o Facebook - Salomão nas Redes Sociais

Se Salomão fosse vivo hoje e perguntássemos a ele como devemos nos relacionar com os outros neste mundo digital, se perguntássemos a ele como podemos honrar a Deus usando as redes sociais disponíveis a nós hoje, aqui está como ele provavelmente responderia:

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Você não é bom o bastante para julgar




Suponha que Deus simplifique o assunto e reduza a Bíblia a um mandamento: “Deves saltar bem alto no ar para que toques a lua”. Não é preciso amar o próximo, nem orar, nem seguir a Jesus; apenas toque a lua pela eficácia de um salto, e você será salvo.

Nunca o faríamos. Pode ser que uns poucos consigam pular trinta ou quarenta centímetros, e outros menos cheguem a cinquenta ou sessenta, porém com a distância que nos separa da lua, ninguém chegaria nem perto.

Ainda que você pudesse pular vinte centímetros mais alto que eu, isto mal constituiria motivo de orgulho. Ora, Deus não nos chamou para tocar a lua, mas bem que poderia tê-lo feito.

Ele ordenou: “Sede perfeitos, como é perfeito o vosso Pai, que está nos céus” (Mt 5.48). Nenhum de nós pode satisfazer o critério de Deus.

Como resultado, ninguém de nós merece vestir a toga, sentar-se na cadeira do juiz e julgar os outros. Por quê? Não somos bons o bastante.

Um pode pular um metro, e você, dois metros, mas comparado as 230.000 metros restantes, quem pode orgulhar-se?

A simples ideia chega a ser cômica. Nós, os que saltamos trinta centímetros, olhamos o companheiro que pulou dois centímetros, e dizemos: “Que pulo ruim”.

Por que nos ocupamos com tais acusações? É uma manobra. Enquanto estou pensando em sua fraqueza, não tenho de pensar na minha, enquanto estou olhando seu pulo fraco, não tenho de ser honesto com o meu próprio salto.

É a estratégia universal da impunidade. Todas as crianças a usam. Se eu puder deixar papai mais bravo com meu irmão do que comigo, sairei livre.

Então, acuso. Comparo. Em vez de admitir minhas próprias faltas, encontro falhas nos outros. O jeito mais fácil de justificar os erros em minha casa é achar erros piores na casa de meu vizinho.

Tal artifício não funciona com Deus. 

Deus não se deixa levar tão facilmente. Ele enxerga claro através da fumaça, e o pega pelo que você fez. Você não acha que, pelo simples fato de apontar o dedo para outra pessoa, irá desviar a severidade divina de sobre você, acha?

Ou pensa que, só porque Ele é um Deus tão bondoso, vai deixar você de fora? Melhor pensar nisto desde o princípio. Deus é bom, porém não é bobo. Em sua bondade, Ele toma-nos firmemente pela mão, e leva-nos a uma mudança radical de vida (Rm 2.2-4).

Não somos bons o bastante para julgar. Pode o faminto acusar o mendigo? Pode o doente zombar da enfermidade? Pode o cego julgar o surdo? Pode o pecador acusar o pecador? Não. Apenas Um pode julgar, e este Um não está escrevendo nem lendo este texto.

Deus te abençoe!


Razão 1- Não somos bons o bastante, Livro:“Nas garras da graça -Max lucado”,Adaptado por Patrickh Santos

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

"Panelinhas" na Igreja















Hoje o tema é forte, bem polêmico! Sobre as “panelinhas”!

Imagine algo que não combine com a igreja: "panelinha".

Vejo isso em todos os lugares por onde passo, inclusive na igreja. E como isso é ruim. Por que as panelinhas causam exclusão de alguns, inclusive os visitantes na igreja!

O visitante chega, senta e participa do culto aí na hora de ir embora, os jovens deveriam ir lá cumprimentar, conversar, mas não, as outras amizades não deixam... as panelinhas não deixam !

Já falei isso aos jovens lá da igreja: Quando acabar o culto, esqueçam que vocês têm amigos, e vão á procura de visitantes, pessoas que, há algum tempo não vem na igreja, procura alguém que está triste... Se desprenda da sua panelinha!!

Em repúdio às panelinhas, disse o apóstolo Paulo aos gálatas:

"Não pode haver judeu nem grego; escravo nem liberto; nem homem nem mulher, porque todos vós sois um em Cristo Jesus” (Gl 3:28).

Quando as "panelinhas" surgem na igreja, causam problemas porque não condizem com ela. A panelinha em si já é uma anomalia, um indicador de que Jesus não está por perto (sem Jesus, o indivíduo está condenado, perdido).

Devemos ser um só corpo, unidos, amando ao próximo, como Cristo nos amou!

 “Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.” (João 13:34).

Deus é Deus de relacionamento, união e de amor. Ele não nos criou para nos relacionarmos com apenas um grupo de pessoas, e muito menos quando este grupo exclui, menospreza ou afasta as pessoas.

 O Senhor Jesus não deseja que nos fechemos num grupo em que ninguém mais entra, essa atitude não tem nada de Deus! É uma vergonha isso em nosso meio! Ao contrário, devemos sempre nos aproximar das pessoas, abrindo nosso “leque” de amizades para trocarmos experiências e crescermos mutuamente e ganhar almas... lembra??? Todas são Almas!!!

Fugir das "panelas" já é um grande passo para conseguirmos caminhar rumo ao sucesso, pois como diz um provérbio chinês: uma caminhada de mil quilômetros sempre começa com o primeiro passo.

Dê esse primeiro passo rumo ao sucesso, ame a todos, ame ao próximo!

Fique na paz!
Patrickh Santos

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Jesus meu "parça"



Paz de Jesus Cristo á todos... e é justamente dEle que quero falar nesse post!

Já aconteceu comigo, e muito provável que já aconteceu com você, aquele momento na sua vida que parece que já era, ninguém mais é seu amigo, você está sozinho, ninguém ta nem aí pra você!

Bobagem!! Se você tá nessa deprê, pára tudo e presta atenção aqui:

JESUS TE AMA, E NUNCA TE ABANDONA!

Primeiramente, Jesus provou seu amor por você, morrendo numa cruz mesmo sem merecer, e além disso ele ainda ofereceu descanso para a sua alma SE VOCÊ IR ATÉ A ELE!!

"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve" 
(Matheus 11:28-30).

É disso que eu tô falando, entende?... Ele está ali do seu lado sempre, talvez você não perceba porque está muito ocupado com a sua "vida" não sabendo tu que JESUS É A VIDA!

"Eu sou o caminho, a verdade e a VIDA. Ninguém vem ao pai a não ser por mim" 
(João 14.6).

Tenho aqui uma boa história pra te contar, presta atenção:

"Durante os dias da Primeira Guerra Mundial, realizava-se a famosa "prova de Kitchener", por meio da qual eram testados os regimentos ingleses para ver se estavam preparados para ir á frente da batalha. A prova consistia em caminha um longo trajeto pelas piores estradas, e, por fim, cada soldado deveria se encontrar em seu respectivo lugar, em correta formação.
 Certo regimento de infantaria, que foi submetido a essa dura prova, tinha entre seus soldados um rapaz inexperiente e de pouca força física. A prova era realizada no norte da Índia, sobre um caminho desértico de areia, num dia de muito vento e calor. Durante os primeiros quinze quilômetros, tudo transcorreu bem, mas logo o jovem soldado começou a fraquejar.
Felizmente, seu companheiro era um soldado experiente e robusto, a quem o jovem disse: " Estou ficando cansado". "Ânimo, pois falta pouco!”, “respondeu o companheiro.” “Se você falhar, todos nós seremos reprovados. Dê-me seu fuzil". Mais tarde, disse-lhe: “Dê-me sua mochila!" E assim, pouco a pouco, o esgotado jovem foi aliviando sua carga. Por fim, quando haviam passado pela difícil prova, entre os soldados estava um com as costas vazias. Seu corajoso companheiro havia levado a carga no lugar dele;
Quando, no caminho da vida, o fardo é pesado e temos dificuldade para continuar, convém recordar que também temos ao nosso lado um companheiro forte e vencedor: Jesus, o Filho de Deus. Ele pode tirar de nosso coração toda a carga, toda a dor, toda frustração, todo fracasso... Ele nos alivia o peso da vida e nos enche de renovadas esperanças. Ninguém pode nos ajudar tanto como esse Amigo!"
( do livro "Ainda existe esperança" - Enrique Chaij)

É isso ai, meu amigo, lembre-se que sempre existe 1 que olha por você, no mínimo um!

Jesus é meu “Parça”, Amigo e Companheiro pra todas as ocasiões! Que Seja assim pra você também!

Deus te abençoe!


Patrickh Santos

Twitter Facebook Favorites More